sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Cinema - "Roleta chinesa" - Fassbinder




Filme realizado para a TV em 1976, “A roleta chinesa” também poderia ser chamada de “Adultério à alemã”; Fassbinder desfila toda a hipocrisia da classe burguesa ao retratar um matrimonio que coincide com seus respectivos amantes na velha mansão de veraneio da família. O encontro foi secretamente planejado pela filha do casal . A inusitada situação não provocaria danos morais aos envolvidos se a própria filha não resolvesse estar presente.
Durante a estadia, a jovem propõe a todos jogar roleta chinesa – uma espécie de jogo da verdade, em que um grupo tenta adivinhar com perguntas de caráter simbólico, a identidade de uma pessoa escolhida. Então se desenrola toda a tensão emocional camuflada no falso moralismo burguês e na necessidade de se manter as convenções sociais. Com uma fotografia estilizada e a câmera com movimentos deslizantes que desnudam cada personagem, a película confirma a maturidade de Fassbinder como diretor. Destaque para o diálogo entre o marido e o amante da esposa; “Você a ama?” – pergunta o rapaz - “Estou acostumado a ela..” – responde o esposo. “ Estar acostumado a uma pessoa e viver com ela, também não é amor?” – Conclui o amante.
Sábio Fassbinder.

3 comentários:

  1. Marcio

    Valeu a dica. Estarei em breve com esse filme na minha televisão.

    Valeu a dica

    L.G.

    ResponderExcluir
  2. Querido Marcito

    Escrevo-lhe estas mal traçadas linhas apenas para saber: como vai você, eu preciso saber da sua vidaaaaa..."

    ResponderExcluir