quarta-feira, 20 de julho de 2011

Literatura - Noir (6) - Raymond Chandler - "O sono eterno"


Primeiro romance de Raymond Chandler, “ O sono eterno” é também a primeira aparição do mítico detetive Philip Marlowe - que ainda protagonizaria outras seis novelas do autor norte-americano. Depois de escrever contos policiais com enorme êxito para revistas pulp, Chandler decidiu enveredar por narrativas mais longas; geralmente ambientada na Califórnia dos anos 30, vários de seus romances foram levados às telas; “O sono eterno” não foi uma excessão e foi adaptado para o cinema com estrelas como Humphrey Bogart e Lauren Bacall.
Em uma Los Angeles mergulhada na depressão, Marlowe – detetive particular que trabalha “por 25 dólares diários mais despesas” – recebe a incombencia de um velho milionário: descobrir o autor das chantagens dirigidas a sua filha. Ao entrar no caso Marlowe se encontra com muito mais: homicídios, extorsão, jogo e pornografia.
Lançado em 1939, é considerado obra obrigatória para os amantes da Literatura Noir.
Trecho escolhido : “Você está morto, está dormindo o grande sono, o sono eterno, e não se perturba com coisas assim. Para você, petróleo e água são a mesma coisa que o vento e o ar. Você simplesmente dorme o sono eterno, não se importa com as circunstâncias desagradáveis da maneira como morreu ou onde seu corpo caiu. Eu agora fazia parte das circunstancias desagradáveis.”

2 comentários:

  1. Fernando

    Vou achar um espaço da minha cota para me atirar dentro desta linha que é literatura noir.

    um abraço

    ResponderExcluir